Tripolina

Design autoral fora dos centros urbanos


Identidade Visual | Produção de Fotografia | Comunicação


Produzida uma a uma de maneira artesanal, familiar e sustentável, Tripolina é uma releitura brasileira e contemporânea de uma "camp chair" (cadeira de acampamento), criada em 1855 por Joseph Fenby.

A marca utiliza a força da fotografia como principal recurso gráfico – permeando toda a comunicação – para traduzir a inteligência e versatilidade da cadeira.

Minimalista, e ainda assim cheia de personalidade, a identidade se apropria das diagonais presentes no móvel como elemento que compõe o logo. A tipografia sem serifa e de longo espaçamento confere a mesma leveza e simplicidade presentes na peça.

Uma homenagem a uma cadeira cheia de história e que nos relembra, desde o final do século XIX, que menos é mais.

A Ideia

Todo o projeto é desenvolvido a partir do equilíbrio entre funcionalidade e personalidade, posicionando a cadeira como peça de design que não só é feita para ficar exposta e servir de decoração, mas para ser usada fora de casa.

Execução

O projeto gráfico se inspira nas próprias formas e cores da cadeira para a construção dos materiais de comunicação. O uso criativo da tipografia e das formas da cadeira dão uma identidade única à peça.

O uso da fotografia como elemento-chave da comunicação brinca com a construção e desconstrução da cadeira mostrando tanto seu movimento de abertura, quanto as peças que a compõe, buscando, assim, valorizar não só as formas elegantes, mas também a sua construção sólida e versátil.

O projeto incluiu:

- Criação do logo

- Identidade visual

- Definição de estilo fotográfico

- Produção fotográfica

- Brand book

- "Tag" informativo de exposição e venda em feiras.

- Convites, catálogo, cartazes e outros materiais de comunicação

Relevância e Adequação

A Tripolina é produzida de maneira artesanal e sustentável no litoral norte de São Paulo pela Espiga, uma marca jovem, colaborativa e familiar. Cada cadeira leva duas semanas para ficar pronta. Sua estrutura utiliza apenas madeiras de reúso, coletadas localmente em desmanches de galpões, píeres e barcos de pesca inutilizados. O forro do assento é costurado em duas camadas: a inferior, feita com um tecido impermeável, oferece estrutura e resistência; já a superior, feita em tear e em 100% algodão, atribui personalidade e textura. Lixa, corte e acabamento são feitos à moda antiga, sem uso de equipamento elétrico. Desde seu lançamento, todas as peças produzidas foram vendidas.

O design gráfico e estratégico foi essencial para ajudar a marca a contar sua história e construir uma proposta de alto valor agregado para um produto tão singular.

Um projeto que enaltece o design de qualidade produzido fora dos centros urbanos.

  • Panasonic

     Um sistema leve, de baixo custo e alto impacto 
  • RA Odebrecht

    Relatório Anual Odebrecht 2018
  • Teka

     Trazendo emoção para uma marca global de eletrodomésticos   

NOS CONTE SOBRE SEU DESAFIO

Entre em Contato
PT